Semana do Meio Ambiente promove oficina de “Produção de Terrários” no Viver Melhor Marituba

0

Ao fazer um terrário, você aprende a estar alinhado com a natureza, explica Gisela Santos.

A semana do Meio ambiente de Marituba, prosseguiu, nesta terça-feira (07), com uma oficina de “Produção de Terrários”, na quadra coberta do Residencial Viver Melhor. “Sustentabilidade: Atitudes que transformam” é o tema da Semana do Meio Ambiente, realizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) que ocorre durante toda esta semana. O evento tem como objetivo realizar atividades que visam a reflexão e ações concretas perante a sustentabilidade do município de Marituba.

Segundo a terrarista Gisella Santos, que ministrou a oficina, a prática de fazer terrários proporciona o benefício de estar conectado com a natureza, mesmo em ambientes fechados, e também gerar renda com o seu trabalho.

Durante a semana serão desenvolvidas diversas atividades.

“Ao fazer um terrário, você aprende a estar alinhado com a natureza. Basta um pote de maionese e uma pequena plantinha e deixar que ela sobrevive sozinha. Basta molhar e ela dura até um ano”, destacou.
Para a professora Cirene Amorim (45), a busca pela técnica dos terrários pode servir de estímulo para que as donas de casa possam desenvolver uma atitude sustentável dentro de seus lares e assim encontrar também uma fonte de renda.

“ É bom trazer estas experiências para a comunidade. As informações transformam e enriquecem a vida de cada uma delas”, comenta..

Durante a semana serão realizadas oficinas, mesas redondas, práticas esportivas, alimentação e shows musicais, além de atividades voltadas para a comunidade escolar, agricultores, e para a população em geral.

O terrário ou mini terrário é um ecossistema fechado e em equilíbrio. Esse equilíbrio faz com que a planta consiga sobreviver mesmo em um espaço fechado, pois simula as condições ideais de um espaço na natureza, como se fosse uma floresta. Os terrários fechados em equilíbrio não necessitam praticamente de manutenção nenhuma por anos e anos, por ser autossustentável.

Da Redação Comus

Fotos: Vitor Dagort

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade