Marituba discute políticas públicas de saúde para a população LGBTQIA+

0

O Seminário reuniu lideranças e Poder Público no Plenário da Câmara

Marituba realizou, na manhã desta sexta-feira (12), o XV Seminário do Mix da Diversidade LGBTI+ com o tema “Direitos Humanos e a Saúde Integral LGBTI+ no Pará”, no Plenário da Câmara Municipal de Marituba.

O evento contou com a presença de lideranças do movimento em nível estadual, do Vereador Anderson Rocha e representantes da Prefeitura Municipal de Marituba assim como representantes do Governo do Estado, Sespa,  Sejudh e Segup.

O coordenador do evento, Raicarlos Durans, da Associação de Gays, Lésbicas, e Transgêneros da Amazônia (Agalt), explica que o objetivo do seminário é fazer a conexão entre gestores, gestão e público alvo e discutir como devem ser aplicadas as políticas públicas voltadas à população LGBTQIA+.

Raicarlos Durans: “As políticas devem ser aplicadas com respeito e humanização

Desta forma, a organização do evento incluiu os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), e Agentes Comunitários de Combate à Endemias (Aces) nas discussões para entenderem como as politicas devem ser aplicadas na base.

“As políticas devem ser aplicadas com respeito no tratamento, com humanização. Porque nós temos direitos como qualquer outra pessoa e não deve haver nenhuma discriminação na aplicação das politicas de saúde”, explicou Raicarlos.

DJ Gadá Passos: “É um grande avanço para Marituba”

Para a representante do movimento Lesbi Pará, DJ Gadá Passos, é muito importante a realização deste seminário que discute uma pasta que não é apenas das mulheres lésbicas e sim de toda a comunidade LGBTQIA+.

“É um grande avanço para Marituba, nos engrandece e nos deixa feliz por ter este espaço que discute uma pauta impar que para muitos ainda é invisível”, comentou DJ Gadá.

Gleyson Cordeiro: “Marituba tem todo um “know how” para aplicar as politicas publicas para a população LGBTQIA+ de forma eficaz”

O presidente do movimento LGBTQIA+ do Pará, Gleyson Cordeiro, destacou que o Seminário é mais um instrumento do movimento para trazer dignidade à população LGBTQIA+.

“O município de Marituba já mostrou que está a favor desta população em vários momentos. Foi aqui neste município que atual gestão realizou o Campeonato de Futebol LGBTQIA+ do Pará. Para nós do movimento é mais uma luta conquistada. Marituba tem todo um “know how” para aplicar as politicas publicas para a população LGBTQIA+ de forma eficaz”, ressaltou Gleyson.

Da Redação Comus

Fotos: Ary Brito

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade