Projeto Horta Escolar leva capacitação para servidores das escolas municipais de Marituba

0

A Secretaria Municipal de Educação de Marituba (Semed), por meio de seu departamento de Educação Ambiental, realizou nos dias 22 e 23 de junho, no CRAS Emmanuel Rocha, a segunda e última etapa da capacitação intitulada “Capacitar para produzir” direcionada aos gestores, coordenadores pedagógicos e professores das escolas polos do projeto Horta Escolar. O segundo momento contou com a parte prática do processo de criação da horta orgânica implementada nas escolas municipais, visando que os servidores estejam familiarizados com os elementos que são fornecidos pelo departamento às escolas: hortaliças e ervas medicinais, além do biofertilizante e defensivo natural.

Técnicas de semeadura para a germinação das plantas

Dois métodos de plantios utilizados na jardinagem foram abordados para exemplificar técnicas de semeadura: método direto e indireto.

Semeadura direta, é quando a semente é plantada diretamente no local definitivo onde ela irá crescer. Ideal para quem não tem planos de mudar a planta depois da germinação. Já na semeadura indireta, utiliza-se sementeiras com acessórios semelhantes a pequenos vasos utilizados exclusivamente para a germinação das plantas. O tamanho reduzido favorece a germinação de muitas espécies. Depois de germinada, é necessário transplanta-la para o local definitivo.

 

“Apesar de ambas as técnicas conseguirem o mesmo resultado, devemos ressaltar que há algumas diferenças entre elas. Os dois exemplos são ideais para quem está aprendendo como plantar temperos ou verduras, por exemplo. Então, que fiquem livres para escolher sua técnica preferida”, explica o professor de biologia, David Silva.

Partindo de sua experiência como geógrafo, que também possibilita, de forma direta, práticas sustentáveis, o gestor da escola municipal Miguel Lacerda, Humberto de Queiroz, considera que o momento de conhecimento, “foi de soma alinhada à formação que já possuo e esclarecedor, afinal a equipe pôde sanar dúvidas, e o conhecimento adquirido repassaremos com mais propriedade para professores e alunos.

A escola municipal Miguel Lacerda é uma das doze escolas polos do projeto Horta Escolar

O Departamento de Educação Ambiental da Semed atua nas escolas da rede municipal de ensino com o projeto Horta Escolar, que visa complementar o aprendizado do aluno e potencializar a merenda escolar; uma alternativa saudável para uma educação ambiental permanente.

Ao todo, 23 escolas municipais receberam o projeto Horta Escolar, dessas, 12 escolas são polos do projeto e servem de apoio às escolas circunvizinhas: Laura Falcão, Miguel Lacerda, Geracina Begot, Maria de Fátima, Otília Begot, Santo Amaro, Cora Tereza, Paulo Freire, Carlos Gomes, Renausto Amanajás, Maria do Carmo e Júlia Freire.

 

Texto: Ascom Semed

Fotos: Atácia Santos

 

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade