A Prefeitura de Marituba entregou, na manhã desta quarta-feira (07), 69 registros definitivos de terra para moradores do Bairro Centro. A entrega faz parte do programa Minha Terra Legal, executado pela Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), em cooperação técnica com o Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Companhia de Habitação do Pará (Cohab) e Universidade Federal do Pará (UFPA).

O comerciante Rivaldi Souza, 58 anos, foi um dos beneficiados com o registro que foi entregue pela prefeita Patrícia Alencar e da titular da Sehab, Sandra Souza (Chica)

É a Regularização Fundiária Urbana (Reurb) em Marituba. O processo traz esperança às famílias que aguardavam, desde a emancipação do município, em 1994, pelo registro definitivo de seus imóveis. Os registros que estão sendo entregues são de domicílios do bairro Centro, por onde foi iniciado o processo.

Aproximadamente 400 registros já foram entregues no Centro. Com mais 69 registros entregues nesta quarta, este número se aproxima dos 500. O Minha Terra Legal continua com o processo de regularização. Outros 400 títulos do mesmo bairro estão em processo na Sehab e os técnicos da Secretaria ainda aguardam mais moradores do bairro que para que deem entrada no processo de regularização.

Aproximadamente 500 registros já foram entregues no Centro

O comerciante Rivaldi Souza, 58 anos, foi um dos beneficiados com o registro. Ele mora há 34 anos no bairro centro e comemorou. “Receber este documento validado pela prefeitura é uma grande conquista. Agora sou proprietário com os meus direitos reconhecidos”, ressaltou.

A prefeita Patrícia Alencar destacou que é gratificante poder estar realizando o sonho do cidadão de Marituba de ser proprietário de seu imóvel.

“Esperamos nos próximos anos realizar este sonho para todo cidadão de Marituba que ainda não possui o registro definitivo de seu terreno e de sua propriedade”, destacou a prefeita.

O processo denominado Regularização Fundiária Urbana (Reurb), iniciou em fevereiro de 2020, em parceria com a UFPA, Iterpa e Cohab. No início da gestão foram assinados termos de cooperação visando mudar a realidade da irregularidade nos imóveis no município.

Da Redação Comus

Fotos: Ary Brito

 

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade