Marituba capacita para o enfrentamento à Doença de Chagas

0

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Trabalho, Emprego e Renda (SEDETER) realizou, nos dias 30 e 31 de janeiro, a primeira Oficina de Vigilância e enfrentamento à doença de chagas.

Na oficina, os batedores obtiveram conhecimento sobre o avanço da doença.

A oficina foi direcionada pelo Departamento Estadual de Combate à Doença de Chagas, com capacitação para os batedores de açaí ministrada pelo Departamento Estadual de Vigilância Sanitária. Na oficina, os batedores obtiveram conhecimento sobre o avanço da doença.

Ainda dentro da parceria, foi realizada uma oficina para profissionais da Saúde da atenção básica, média e alta complexidade. A palestrante foi a médica do Barros Barreto, Dilma Souza que falou sobre a doença e o manejo clínico,

Profissionais da Saúde também tiveram a oportunidade de aprofundar conhecimentos sobre a doença

Cadeia do Açaí – A Sedeter desenvolve um trabalho de incentivo e acompanhamento dos batedores para fortalecer a cadeia de comercialização do fruto. Fazem parte deste trabalho as visitas “in loco”, capacitações e intercâmbio com empresários e associações que trabalham com o processamento e a exportação do açaí.

Doença de Chagas –  A doença de Chagas é transmitida pelo barbeiro infectado, que ao picar uma pessoa sadia deposita fezes contaminadas no ferimento, permitindo a entrada do parasito Trypanosoma cruzi na corrente sanguínea (transmissão vetorial).

A doença também pode ser transmitida por via oral, por meio de alimentos contaminados pelas fezes do Tripanosoma cruzy, devido à falta de controle de higiene e de cuidados no momento do processamento.

Da Redação Comus

Fotos: Divulgação

 

 

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade