Fórum Ambiental de Marituba teve seu primeiro dia de debates

0

No primeiro dia do Fórum Municipal de Meio Ambiente de Marituba temas como a implantação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) pela gestão municipal, Educação Ambiental e Economia Circular foram debatidos. Dentre os temas, o alinhamento da prefeitura de Marituba com as ODS em todas suas ações foi exposto pela primeira mesa de trabalho.

Entre essas ações o projeto “Marituba Verde: Rumo à COP30”, implantação de coletas seletivas com cooperativas, promoção de palestras e oficinas com materiais recicláveis e a instalação dos Pontos de Entrega Voluntária (PEVS) nos bairros.

Paulo Lacerda falou sobre o alinhamento das ações da Semed com as ODS

Através da Semmas já foram distribuídas mudas de várias espécies vegetais em escolas e eventos municipais.
Outras ações da Secretaria de Educação de Marituba como a Horta Orgânica Escolar, a Feira anual com projetos escolares de sustentabilidade, as Compoteiras Domésticas, a Feira e o Congresso de Educação Ambiental de Marituba e o Programa SEMEAR mostram o compromisso de Marituba com a educação ambiental e a formação de cidadãos sustentáveis.

O alinhamento com as ODS se dá também através das ações como a implementação de fossas sépticas, a produção de biofertilizantes e compostos orgânicos, a doação de mudas e o reaproveitamento de produtos em hortas.

Renata Novaes com o representante do Fórum Permanente Fora Lixão

“Estas iniciativas não apenas protegem o meio ambiente, mas também promovem a educação ambiental, a saúde pública e a economia local, beneficiando o município de Marituba como um todo. A implantação de políticas de sustentabilidade é um marco da administração administração”, destacou a secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

A implementação das 17 ODSs na administração pública teve como integrantes em sua mesa de trabalho a Coordenadora do GEAMAZ UFPA/ICED, Maria Ludetana Araujo, o Coordenador da Educação Ambiental da SEMED Marituba Paulo Lacerda da Silva, a Consultora em Sustentabilidade da ODS ACP/PA, Camille Vasconcelos.

Para debater “O papel da economia circular e a importância das cooperativas de Catadores no desenvolvimento sustentável”, foram chamados a Prof.ª Dr.ª Vanusa Santos, Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Meio Ambiente e Sustentabilidade- GEMAS/UFPA, Sra. Liliana Santos da Casa Circular, o diretor geral da Semmas, Edinaldo Correa e o Presidente da Cooperativas de Catadores Sr. Otoniel Moraes.

Na mesa de trabalho sobre JUSTIÇA SOCIOAMBIENTAL participaram a Promotora MPPA, Eliane Cristina Pinto Moreira, o Membro do Movimento Fora Lixão, Hebert Cesar Silva do Nascimento, a Diretora do Instituto Paraense de Educação e Arte (IPEARTE), Katia Correa Sthefani Brasil do Instituto de Desenvolvimento Social e Apoio a Mulher Paraense – IDESAMPE.

Galeria de Fotos:

Da Redação Comus

Fotos: Fernando Nobre

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade