“Minha escola é a mais bonita do mundo”

Amizade e harmonia são alguns dos sentimentos do bem comum presentes no dia a dia da comunidade pertencente à Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Professora Geracina Begot Granhen, bairro São João, em Marituba, que se reuniu na manhã desta quarta-feira, 11 de maio, para celebrar a reinauguração da escola após cinco meses em obras de reforma e ampliação.

Aluno do 5º ano, Diogo Moisés

A reinauguração da escola Geracina Begot marca a realização de um antigo sonho da comunidade: uma escola dentro dos padrões estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e que proporcione condições dignas para uma educação de qualidade. Escola que para o aluno do 5° ano, Diogo Moisés, de 10 anos, ficou “um máximo”, disse. E que, a partir de agora “é a melhor escola do mundo”, completou com muito entusiasmo quando viu sua escola totalmente renovada.

Fundada em 2009, o nome da escola homenageia a professora Geracina Begot Granhen, que, por muitos anos, lecionou de forma voluntária no município de Marituba. Durante discurso de agradecimento, a prefeita de Marituba, Patrícia Alencar, lembrou do trabalho em prol de uma educação transformadora desempenhado pela professora Geracina Begot.

“Hoje nós falamos de uma escola completamente reformada, é o caminho da gestão para a responsabilidade com o erário, sendo a marca do nosso trabalho, pois sabemos que é nessa idade, ainda na educação infantil e no ensino fundamental, que plantamos a semente da esperança na vida das pessoas, semente plantada e cultivada pela professora Geracina Begot na vida de muitos estudantes”, disse.

Novo laboratório de informática

A escola que iniciou com 8 salas de aula, agora passa a contar com 13 salas de aula. O ambiente escolar destinado à educação infantil que antes tinha cerca 80% das paredes do prédio tomadas pelo mato e as paredes do prédio destinado ao ensino fundamental menor (1° ano ao 5 ° ano) sem reboco, após as obras de reforma e ampliação passam a ter suas estruturas prediais funcionando de forma adequada no padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, recebendo ainda reforma na sala dos professores e administrativas; reforma da cozinha: recuperação e construção de novos banheiros, segundo a norma brasileira de inclusão; construção de quadra poliesportiva, coberta, para desenvolvimento de atividades físicas e culturais; sala de atendimento educacional especializado; horta que também atenderá a comunidade do bairro São João.

“Tudo o que foi construído partiu de um grande sonho, e a maior merecedora de tudo isso é a população que terá muitas histórias construídas a partir do compromisso que a gestão tem em garantir políticas públicas”, ressaltou a Secretária Municipal de Educação de Marituba, Eny Leite.

Sala de monitoramento

A escola também passa a contar com três grandes diferenciais: sala de música, sala de jogos e instalação do Sistema de Vídeo Monitoramento Inteligente com câmera de reconhecimento facial, algo inédito nas escolas públicas de Marituba, que visa garantir conforto e segurança no ambiente escolar e entorno junto à comunidade local.

 

Com os olhos rasos d’água (lagrimas), o gestor da escola Professor Augusto Lima, mais uma vez enfatizou sua gratidão pelo empenho, compromisso e respeito que a educação de Marituba vem recebendo, descrevendo o momento como singular na vida dos moradores do bairro São João, em especial dos 680 alunos e 62 servidores da escola.

“Tudo o que foi projetado aqui é para o aprimoramento do saber e a formação de cidadãos que transformarão nossa sociedade. A palavra é gratidão com o desejo de que a comunidade escolar tome posse deste espaço que visa proporcionar um futuro promissor na vida de cada estudante”, disse.

Professora Geni Begot e Maria Augusta do Nascimento

O momento contou ainda com a presença da professora Geni Begot, filha da professora Geracina Begot. “Minha mãe foi uma grande defensora da educação”, destacou. E com as presenças dos secretários municipais e vereadores de Marituba; da banda sinfônica do Corpo de Bombeiros do Pará; da moradora com mais idade do bairro São João, Maria Augusta do Nascimento, de 94 anos, e com o apoio da Guarda Civil Municipal de Marituba e dos policiais do 21° batalhão de Marituba.

Texto: Ascom Semed
Fotos: Patrik Santos

Galeria

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade